29 janeiro, 2015

MODA: Parando pra pensar...

Esses dias, meu namorado me marcou numa matéria do G1 falando sobre um reality chamado "Sweetshop - Dead Cheap Fashion" que fala sobre alguns blogueiros/fashionistas da Noruega que vão conhecer uma fábrica têxtil em Camboja.

A matéria basicamente fala de jovens que gastam horrores em roupas para postarem em seus blogs e afins mas não fazem questão de saber de como a roupa é feita, de onde ela vem... E na realidade, nenhum de nós faz por que ninguém para pra pensar nesse tipo de coisa quando está comprando uma roupa, não é mesmo? 



Os três jovens (Ludvig Hambro, Frida Ottesen e Anniken Jorgensen) ficaram na casa de uma menina da mesma faixa etária que eles que ganha três dólares por dia! Imagina o choque para três noroegueses que não sabiam mais onde guardar tanta roupa, lidar com apenas três míseros dólares no fim do dia após trabalho tão árduo? Choque de realidade to-tal.

Bom, mesmo assim, a matéria aborda coisas muito interessantes e nos faz parar pra pensar melhor. Não exatamente no que comprar, mas sim em parar de reclamar, por exemplo. Sinceramente, a maioria de nós está insatisfeito com alguma coisa na nossa vida. O emprego tá ruim, você não é bem pago etc etc etc ... O pessoal que trabalha nessas fábricas sonham em ter o salário mínimo de 160 dólares por mês. Isso mesmo!
Não é absurdo como tem muita gente no mundo passando muita fome, ganhando três dólares por DIA ou até menos enquanto tem outras comprando sem parar e indo comer em restaurantes caros todo dia?

Eu sei que é basicamente impossível você parar de comprar uma roupa por que pessoas em outro lugar do mundo se matam pra fazê-la mas, acredito que cabe a todos pensar com mais carinho e atenção nas coisas que a vida consegue nos transmitir. A ter mais zelo pela vida que temos atualmente e óbvio, tentar conscientizar cada conhecido que não presta atenção no mundo que vive.
Eu, particularmente, como uma consumista assumida, fiquei bastante tocada, sentida com a matéria e vou repensar inúmeras coisas a partir de agora.



Não deixem de ler a matéria do G1 clicando aqui e comentem abaixo o que acharam da matéria e reflitam sobre a imagem acima. Ah! E não deixem de compartilhar o post ou até mesmo a matéria do site da Globo para conscientização geral.


7 comentários:

  1. Luh, eu li essa matéria e fiquei chocada, mesmo não sendo tão consumista quanto esses blogueiros, acho que ficaria tão chocada, se não mais, que eles! Me comovo muito com esse tipo de coisa, por isso sou muito agradecida pelo estilo de vida que tenho, que apesar de não ser o estilo de vida dos sonhos, é melhor do que a grande maioria, acredito eu (mas espero que não, há). O problema muitas vezes não é querer ter uma vida melhor, e sim esquecer daquilo que deviamos ser agradecidos né? Materias assim deviam além de incentivar isso, mostrar para as pessoas que pensar no próximo e ajudar causas importantes, deviam também fazer a nossa felicidade, não só a de quem esta sendo ajudado. Adorei o post mulher, tu sempre tras assuntos muito legais a tona ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Monique. O erro é mesmo querer mais e mais. Assim, não acho errado. Na verdade, você tem sempre que correr atrás de algo melhor pra crescer mas nem sempre precisa pisar e maltratar outros seres pra isso.
      Muito, muito obrigada <3

      Beijos

      Excluir
  2. Eu vi o trailer desse reality, e achei muito interessante. Mas também é um choque porque nunca conseguimos imaginar o quanto outras pessoas sofrem para que possamos ter algo em nosso armário. Infelizmente essa realidade existe, mas cabe a nós mudarmos e questionarmos isso. Afinal a moda gera milhões e milhões em dinheiro, então nada mais justo que pagar um salário descente para aqueles que fazem tudo isso acontecer. Não parar de comprar, porque vivemos em um mundo globalizado, mas aprendermos a lutar não só pelos nossos direitos, mas o de todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É extremamente interessante alguém finalmente abordar este tipo de assunto, de fato.
      Concordo com você, Ana.
      Na verdade, você resumiu meu post hahahaahah

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Lua, minha irmã comentou bastante sobre esse reality um dia desses no almoço e tava tão concentrada em outras coisas que nem dei atenção mas parando pra ver seu post e analisar a situação, realmente foi ideia de gênio!!! Não aguento mais essa "galerinha" sem conteúdo que cria blog pra esbanjar dinheiro sem parar de reclamar por um minuto, precisam saber mais sobre o mundo ao redor.
    Adorei o post e o blog, já estou inscrita, sucesso!!!

    Beijão,
    www.garotaroyal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Queria muito assistir o reality, mas infelizmente não tenho um inglês muito bom e ainda não tem legenda em português. Concordo quando você fala sobre a importância de mudar além da forma de consumir, mas principalmente a forma de pensar e viver. Isso sim é o que faz a maior diferença. Ótimo texto. Sucesso.

    http://milcaretas.com/

    ResponderExcluir
  5. Lua, adorei o seu texto, e também acredito que não é apenas uma questão de parar de reclamar e nos contentarmos com o que temos, mas de nos conscientizarmos de que existe uma exploração por trás da lógica de vida em que estamos inseridos (já nascemos inseridos). É nossa função, ao percebermos isso, lutarmos contra isso, e cada um escolhe sua maneira de lutar, de conscientizar outras pessoas, de tentar construir uma relação mais igualitária no mundo. Seja escrevendo, fazendo filmes ou conversando com as pessoas na rua, nosso trabalho é diário!

    Parabéns pelo blog, vou lendo as outras postagens aos poucos, hehehe

    beijos!

    ResponderExcluir

Olá, lunático (a)! Sinta-se a vontade para comentar e dar sua opinião aqui no blog. Esse espaço é seu :)

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo